AGRITECH 2012

AGRITECH 2012

A Exposição Internacional de Tecnologia Agrícola – AGRITECH, realizada a cada três anos e, em 2012, na sua 18ª edição é uma das mais importantes exposições agrícolas do mundo.

A Agritech é resultado da organização realizada pela Organização Agritech (sem fins lucrativos), Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Ministério da Indústria, Comércio e Trabalho, Ministério das Relações Exteriores, Instituto de Cooperação para Exportação de Israel e Kennes Exposições.

O perfil da mostra é:

• Equipamentos e tecnologias avançadas na agricultura e pecuária.

• Pavilhão exclusivo para irrigação.

• Agrotecnologias ecológicas e ambientais

• Novas tecnologias de plástico na agricultura

• Energia renovável na agricultura.

• Serviços de extensão e defesa sanitária (Ministério da Agricultura)

• Biotecnologias agricultoras de alta tecnologia

• Produção intensiva em ambientes controlados.

• Cooperação internacional – treinamentos.

• Pesquisa e Desenvolvimento

• Maquinário Agrícola

A Agropecuária em Israel

A agropecuária é um setor importante em Israel, embora sua participação no total do PIB não seja tão expressiva. O país é um dos líderes mundiais em diversas tecnologias agrícolas especialmente em gerenciamento de água e irrigação.       

A água é um recurso escasso no país, com chuva somente entre novembro e abril, com uma distribuição desigual em todo o país, a partir (600 – 700 mm) no norte do país (30 – 50 mm) no sul. Os recursos hídricos anuais renováveis são cerca de 1,6 bilhões de metros cúbicos, dos quais 75% do que é usado para a agricultura.

A maioria das fontes de água doce de Israel foi conectada ao Aqueduto Nacional de água, rede de estações de bombeamento, reservatórios, canais e aquedutos que transfere água do norte ao sul. A área irrigada no país aumentou de 30.000 há em 1948 para cerca 186.400 ha em 2010.


Diversificação da produção agropecuária
Do frio no Norte ao calor do sul, a diversidade da terra e do clima em permite uma grande diversidade de culturas em Israel. Tanto anuais como trigo, sorgo e milho como as flores, frutas e hortaliças que tem grande exportação são destaque.  Também a pecuária de leite é altamente desenvolvida.


Frutas e Hortaliças
Israel é um dos principais exportadores do mundo de frutas e hortaliças como as cítricas, melões, bananas, abacates, maçãs, cerejas, pêssego, ameixas, nectarinas, uvas, tâmaras, morangos, caqui, nêspera, romãs, pepinos, pimentões, tomates entre outros.

Flores
Israel produz e exporta grandes quantidades de flores, e é colocado como o maior produtor do mundo entre os países em crescimento.


Pecuária
Todo o consumo de leite em Israel provém de explorações leiteiras dentro do país e consiste em grande parte da raça Israel-Holstein, com alto rendimento, Além disso, é importante o leite de ovelha que é exportado. Em termos de aves que representa dois terços do consumo de carne, 85% é produzido no país.

A tecnologia agrícola

Israel é um dos países líderes em pesquisa e desenvolvimento agrícola. É um verdadeiro laboratório.  Agricultura é intensiva: maioria das lavouras é irrigada e protegida.

Existem empresas israelenses especializadas em tecnologias e soluções para toda a cadeia agrícola, desde o desenvolvimento de filmes plásticos para estufas, sementes até sistemas de dessalinização da água do mar e soluções para tratamento de água de esgoto para uso em irrigação. O país também é importante exportador de agrotecnologia, principalmente de estufas e de gerenciamento de água em irrigação.

Um bom exemplo da eficiência da adoção de tecnologia é a reforma na atividade leiteira do país. Em dez anos, o número de fazendas de leite em Israel caiu 30%, mas a produção aumentou 9%. Desde a década de 50, a média da produção cresceu de 3.900 para 12 mil litros de leite/vaca/ano. Mas o que chama a atenção de quem é acostumado a ver criações extensivas é o manejo. Na maioria das propriedades leiteiras israelenses não há pasto. As vacas são confinadas em galpões, com teto que abre e fecha e com ventilação controlada.

Outros índices de produção em Israel que chamam a atenção:

  • 80% da água de esgoto são recicladas e reusadas na agricultura
  • Três milhões de rosas de estufa por hectare por estação.
  • 80% das áreas usam uma combinação de técnicas de irrigação e fertilização.
  • Produção de 308 ovos por galinha no primeiro ano de postura
  • 80 de toneladas por hectare na produção de cítricos.
  • Produção de tomates atingindo 500 de toneladas por hectare.

Estes são alguns dos fatores que motivaram a Missão a ter esta oportunidade ímpar de conhecer as tecnologias in loco e realizar intercâmbios com técnicos do Governo de Israel e empresas privadas no ramo da agropecuária.

DSC_3477

DSC_3484

DSC_3536

DSC_3544

DSC_3546

DSC_3558

DSC_3560

101_0543

101_0560

101_0563

101_0572

101_0582

101_0589

101_0595

101_0639

DSC_3630

DSC_3651

IMG_0716

DSC_3531

IG > Economia > Lavagem de Dinheiro é tema de palestra em SP Palestra - Almoço "Inovação é a chave do sucesso" com Saul Singer

Leave A Reply

Leave A Reply