BRF define meta de 10% de sua receita em investimentos de inovação em 2023

BRF define meta de 10% de sua receita em investimentos de inovação em 2023

A BRF possui diversas iniciativas que nasceram por meio da sua área de inovação. Para comemorar o Dia Nacional de Inovação, a empresa faz um balanço positivo de ações voltadas ao ecossistema de inovação aberta. No ano passado foram investidos 3% da receita no mercado doméstico à inovação e a expectativa em 2023 é de 10%. Segundo a revista especializada em tecnologia, Fast Company, na América Latina, o Brasil lidera o mercado da inovação.

A história da BRF evidencia o DNA de inovação da empresa, que, com suas marcas, entre elas Sadia, Perdigão e Qualy, acompanha as transformações dos hábitos de consumo no Brasil e no mundo. Além disso, a Companhia reforça o conceito de empresa inovadora, que investe em tecnologia para garantir cada vez mais produtos de qualidade e que colaborem com o meio ambiente. Com a área de inovação, o intuito da BRF é viabilizar ideias certeiras e acelerar o desenvolvimento das tecnologias para prover novas soluções.

Olheiros de Inovação

O programa Olheiros de Inovação, que já gerou cerca de mil ideias de produtos para o portfólio, está sendo acelerado. “De forma colaborativa, fomentamos diferentes instituições dedicadas ao mapeamento e à identificação de tecnologias que podem impactar nossa cadeia ou criar oportunidades para a BRF entrar em novas categorias. Evoluímos, ainda, para ampliar nosso modelo de inovação aberta. Somente neste ano, engajamos mais de 150 startups com o lançamento do brfHub, a nossa plataforma de conexão global com startups”, ressalta o diretor de Inovação, Sergio Pinto.

brf 2

Inovação Aberta Global

A BRF ampliou sua conexão com o ecossistema de inovação aberta, em nível internacional, com a formalização de uma parceria com a empresa israelense Ibi-Tech.  Com isso, a BRF, por meio do brfHub, passa a ter conexão direta com o ambiente empreendedor de Israel, considerado um dos principais polos de inovação tecnológica do mundo. O brfHub existe desde 2016 e é o programa de relacionamento da BRF com o ecossistema de inovação aberta no Brasil e no exterior, com o objetivo de estimular parcerias que criem inteligência e agilidade na geração de novos negócios e soluções competitivas para a Companhia. Israel é considerado referência global em empresas de tecnologias disruptivas para setores como o de alimentos (foodtechs) e relacionados ao agronegócio (agtechs).

“A BRF tem um papel importante na alimentação do Brasil e do mundo, e a parceria com o Ibi-Tech deverá contribuir com o propósito do brfHUB em ser o ponto de conexão entre o mundo de alimentos e agentes de inovação, conectando nossa empresa com empreendedores e pesquisadores em nível global”, afirma Sergio Pinto.

Programa Conexão Startup

A empresa participa do Programa Conexão Startup Indústria 4.0 da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial – ABDI, e lançou o EMERGE Labs BRF, programa que atrai acadêmicos empenhados em criar soluções para redução de desperdício e segurança dos alimentos. “Acreditamos que podemos e devemos estar entres os principais agentes de inovação em nível global, conectando nossa empresa com empreendedores e pesquisadores. Os assuntos que trabalhamos são redução do desperdício, segurança alimentar, conveniência e saudabilidade”, conclui o diretor de Inovação da BRF.

Fonte: aviculturaindustrial.com.br
← Empresa israelense ‘ElectReon’ colaborará com a construção de rodovias elétricas na Europa Scaleup seleciona três agtechs israelenses para atuar no País →

Leave A Reply

Comments are closed