Claudio Lottenberg, VP do Conselho da Câmara acompanhou o Ministro da Saúde, Ricardo Barros em sua visita à Israel

Diversos 22 Mar 2017
Claudio Lottenberg, VP do Conselho da Câmara acompanhou o Ministro da Saúde, Ricardo Barros em sua visita à Israel

O ministro da Saúde do Brasil, Ricardo Barros, esteve em Israel para uma visita de cinco dias na qual conheceu centros médicos de excelência e se encontrou com autoridades do setor de saúde para estreitar as relações entre os dois países, trocar experiências e intensificar a cooperação na atenção à saúde e no desenvolvimento de tecnologias e produtos de saúde.

O ministro chegou na sexta-feira (17 de março) e com uma agenda bastante cheia, teve a oportunidade de visitar Centro Médico Sheba, em Tel Hashomer (arredores de Tel Aviv), o segundo maior do país, onde fica o Hospital Infantil Edmond e Lily Safra.

Ele também foi ao Hospital Wolfson, também de grande porte, em Holon, do qual fazem parte 70 profissionais voluntários que realizam cirurgias cardíacas em crianças da África, da Ásia e da Palestina. Eles participam da organização humanitária “Save a Children’s Heart” (Save o Coração de Criança), criado em 1996, que já cuidou de mais de 4 mil crianças em 34 países. Mais da metade dos pacientes são palestinos da Faixa de Gaza e da Cisjordânia e do Iraque.

Acompanhado também da vice-governadora do Paraná, Maria Aparecida Borghetti; do assessor especial de assuntos internacionais do Ministério da Saúde, Fabio Rocha Frederico; do presidente do Instituto de Tecnologia do Paraná (TECPAR), Julio Feliz; do Vice Presidente da Câmara Brasil Israel e presidente da Amil, Claudio Lottenberg; do presidente do Hospital Einstein, Sidney Klajner; e do CEO da Advantech BioSicience Farmaceutica, Avi Meizler, o Ministro visitou neste domingo (19),  um dos maiores hospitais do país, o Rambam, em Haifa, que atende a dois milhões de habitantes do Norte do país. Receberam uma visão geral das atividades do local no que tange tratamento, pesquisa, tecnologia, inovação médica e trauma. Barros e sua comitiva, também conheceu a Emergência Subterrânea Fortificada e o Hospital Infantil Ruth Rappaport.

Depois, fizeram uma visita à empresa especializada em distúrbios do cérebro ElMindA, em Herzlyia, conhecida por revolucionar a avaliação e o tratamento de autismo, depressão, ansiedade, doença de Parkinson e demência crônica. E participaram de um jantar oferecido pela Teva, uma das maiores empresa de medicamentos genéricos do mundo.

Fizeram parte do roteiro também uma visita ao Centro Médico Hadassah da Univrsidade Hebraica de Jerusalém, o maior de Israel, reconhecido pelo tratamento neurológico adulto e infantile uma reunião com o ministro da Saúde de Israel, Yaakov Litzman, e com o diretor-geral do Ministério da Saúde, Moshe Br Siman Tov.

A Museu do Holocausto (Yad Vashem), integrou a parte cultural e da viagem antes de voltar ao Brasil.

 

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, com crianças do projeto “Save a Children’s Heart” (Salve um Coração de Criança), do Hospital Wolfson, em Holon, Israel (Crédito: Oren Bar El/MFA)

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, com crianças do projeto “Save a Children’s Heart” (Salve um Coração de Criança), do Hospital Wolfson, em Holon, Israel (Crédito: Oren Bar El/MFA)

← Jayme Blay reúne-se com Yossi Shelley Israelenses são os grandes destaques da maior feira médica do mundo →

Leave A Reply

Comments are closed