Empresa Israelense leva tubulação de esgoto ecologicamente correta para os países europeus

Negócios 29 Ago 2013
Empresa Israelense leva tubulação de esgoto ecologicamente correta para os países europeus

Uma empresa Israelense de encanamento e drenagem, sediada em um kibutz no Alto da Galileia, anunciou esta semana ter assinado contratos em seis países europeus para instalar tubulação ecologicamente correta de esgoto e encanamento de despejo da água.

A empresa Huliot do Kibbutz Sde Nehemia, iniciou a comercialização de um tipo de cano que é o pioneiro no setor de saneamento europeu – um tubo com isolamento acústico feito de um único composto plástico que não polui o meio ambiente, de acordo com a empresa. Oficialmente reconhecido como um produto ambientalmente correto, os tubos receberam recentemente um “selo verde” de aprovação do Instituto de Padronagem de Israel (Israel Standards Institute).

Além de assinar os seis contratos na Europa, Huliot está atualmente em conversações com algumas grandes empresas de construção civil em Israel que procuram comprar o equipamento como parte de projetos de construção ambientalmente corretos, disse a empresa.

Empresas de construção de Israel tornaram-se cada vez mais ansiosas para fazer uso de tais produtos em seus projetos “com a finalidade de ter novos pontos cobiçados definidos como ‘construções verdes’”, explicou Ariel Apeloig, vice-presidente de marketing da Huliot.

A diminuição de ruído do escoamento do esgoto associada às novas tubulações será o fator especial na construção de edifícios residenciais, enfatiza Apeloig.

“Estamos muito familiarizados com os inquilinos que vivem em apartamentos onde a tubulação de esgoto passa pela sala de estar e algumas vezes até mesmo pelo quarto”, disse Apeloig. “Os inquilinos sofrer desconforto grave como resultado disso. Os tubos acústicos harmonizam com o ambiente e reduzem o ruído completamente.”

 

pipes juntos

 

A Huliot espera que estas tubulações rapidamente ganhem mercado com os fomentadores e prestadores de serviços de construção em Israel, que correm o risco de enfrentar processos judiciais dos proprietários de apartamentos ao descobrirem que cano de esgoto do prédio passa por seu apartamento, disse a empresa. Ainda mais importante, no entanto, os tubos podem ajudar a “aumentar o escopo de construção ambientalmente correta em Israel”, a empresa ressaltou.

Ao todo, a indústria do encanamento plástico israelense gira em torno de NIS 500 milhões por ano, e somando-se ao mercado de tubos de esgoto estima-se trazer NIS 130m., de acordo com a Câmara de Comércio Central de Israel em Tel Aviv.

Todo mercado de infra-estrutura e canalização de Israel movimenta uma soma de cerca de NIS 3 bilhões a cada ano, afirmou a Câmara de Comércio.

Fonte: Sharon UDASIN, The Jerusalem Post
Foto: Huliot

FIEMA - Feira Internacional de Tecnologia para o Meio Ambiente 2014FIEMA - International Environmental Technology Fair 2014 Jon Medved, empreendedor em série israelense que visitou o Brasil em 2012 a convite da Cambici é destaque na Forbes como um dos maiores do planeta

Leave A Reply

Comments are closed