Empresa israelense pretende pagar funcionários com Bitcoin

Newsletter 10 Out 2018

bitshekel

A empresa israelense de redes sociais Spot.IM está planejando pagar seus funcionários usando Bitcoin e negocia com a Autoridade Tributária de Israel a permissão para realizar a operação e qual seria a maneira apropriada de calcular as taxas. Para fazer o pagamento do salário mensal, ela planeja abrir uma conta em uma exchange de criptomoedas. O valor será convertido em Bitcoin e enviado para a conta digital do funcionário. Para garantir que o valor de alteração do Bitcoin não tenha impacto negativo, a média do valor BTC mais alto e mais baixo no dia especificado será calculada e usada como a taxa de câmbio. A equipe terá a opção de escolher entre Bitcoin ou “fiat money” ou então de receber metade do pagamento em BTC. Essa ação da empresa inclui apenas o lucro líquido e os fundos de pensão ou outros benefícios não serão transferidos usando Bitcoin.

Em fevereiro de 2018, a Autoridade Tributária de Israel anunciou que as criptomoedas são ativos sujeitos a imposto sobre ganhos de capital, o que significa que os funcionários terão que pagar um imposto de 25%, caso tenham ganhos com o Bitcoin. Com sede em Nova York, a Spot.IM recebeu US$25 milhões em financiamento em novembro de 2017. A empresa já trabalhou com a AOL, a NBC, a Refinery29, a Huff Post, a Time Inc. e a Fox News. Em janeiro deste ano, o Banco Central de Israel anunciou que o país não reconhece a criptomoeda como moeda ou moeda estrangeira. Nadine Baudot-Trajtenberg, vice-governadora do Banco Central, afirmou que:

“As criptomoedas devem ser vistas como um ativo financeiro, com tudo o que isso implica”.

Em março, a Autoridade de Valores Mobiliários de Israel afirmou que as empresas de criptomoeda não seriam listadas na Bolsa de Valores de Tel Aviv porque, segundo eles, “os preços do Bitcoin se comportam como bolhas e não queremos que os investidores estejam sujeitos a essa volatilidade e incerteza”.

Guerra ao desperdício de alimentos aumenta lucro e poupa recursos, diz empresa de tecnologia →

Leave A Reply

Comments are closed