Estudante de Londrina é premiada em Feira de Ciência e ganha bolsa para Feira Internacional em Israel.

Educação 24 Mar 2014
Estudante de Londrina é premiada em Feira de Ciência e ganha bolsa para Feira Internacional em Israel.

A estudante de Londrina, Nayara Orsi, do Colégio Interativa, recebeu, na última semana, o prêmio de Excelência em Ciências do Instituto Weizmann que contempla uma bolsa integral para participar, do dia 1 a 30 de julho, no 46th International Summer Science Institute, em Israel. Nayara ainda ganhou o 1º lugar em Ciências Biológicas e uma bolsa Cnpq Jr durante 1 ano.

A premiação, conquistada na Feira Brasileira  de Ciências e Engenharia, promovida pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo e que aconteceu nos dias 18, 19 e 20 de março, foi decorrente ao trabalho de pesquisa desenvolvido por ela para a identificação de organismos bioindicadores do litoral paranaense por meio de análise correlativa de fatores bióticos e abióticos, uma ferramenta para análise da qualidade ambiental.

Nayara Orsi e colega de escola Flávia Faggião receberam a menção honrosa internacional da American Meteorological Society pela habilidade e criatividade nas ciências atmosféricas. Elas foram selecionadas para representar a delegação brasileira na Intel ISEF (Internacional Science and Engineering Fair) em Los Angeles que acontecerá de 11 a 16 de maio e, também participarão de 27 a 31 de outubro, da FETEC (Feira de Tecnologias, Engenharias, e Ciências do Mato Grosso do Sul).

Muitas escolas do Brasil não reconhecem a importância de começar a trabalhar com seus alunos, desde cedo, a ciência e a tecnologia. Na realidade, muitos focam em grandes resultados de aprovações em vestibular e se esquecem que os alunos precisam também ser preparados para o mundo da pesquisa, afinal grande parte deles opta por esta área.

Analisando e reconhecendo este cenário, o Colégio Interativa percebeu a importância de preparar melhor seus alunos para o mundo da pesquisa, por isso realiza desde 2002 o SITEC (Simpósio Interativa de Tecnologia e Ciências) que aprimora o espírito investigativo dos alunos. Os melhores trabalhos são premiados e inscritos na FEBRACE (Feira Brasileira de Ciências e Engenharia) promovida pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo

O Colégio Interativa acredita na importância de começar a trabalhar, desde cedo, um dinâmico programa de Iniciação Científica, por isso, os alunos são inseridos ludicamente no processo de pesquisa sendo motivados a crescerem em um projeto que se estende até o Ensino Médio. Este trabalho faz com que os alunos Interativa sejam melhores preparados para ingressar no mundo acadêmico de pesquisa. Prova disso, foram os prêmios conquistados que abriram portas para os alunos levarem o nome do Colégio Interativa de Londrina para o mundo.

 

Fonte: Odiario

Os adolescentes empreendedores de Israel. Mães israelenses capacitadas pela Google criam startups

Leave A Reply

Comments are closed