I Simpósio Weizmann-Einstein acontece no dia 23 de outubro com a presença de renomados cientistas

Newsletter 10 Oct 2018

simposio

Quatro pesquisadores do Instituto Weizmann de Ciências (WIS) de Israel, com experiência em trilhar os caminhos entre a bancada e o leito na busca de novas terapias, vão participar junto a colegas do Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE) e da Universidade de São Paulo (USP),  do I Simpósio Weizmann-Einstein, que terá como tema “Travels from bench to bedside, and back”.

O Simpósio, tem como alvo pessoas com interesse em pesquisa científica, tais como  Biólogos, Biomédicos, Cirurgiões-Dentistas, Enfermeiros, Estudantes, Farmacêuticos, Fisioterapeutas, Médicos, Professores, Residentes, Terapeutas, Pesquisadores e todas as profissões na área da saúde e contará com a participação dos seguintes pesquisadores do Instituto Weizmann de Ciências:   Dra. Ruth Scherz-Shouval, do Departamento de Ciências Biomoleculares, cujo trabalho busca compreender como as células cancerígenas recrutam e modificam células normais, criando um ambiente que promove a progressão do tumor e a metástase;   Prof. Tsvee Lapidot, do Departamento de Imunologia, e cujas pesquisas buscam melhorar os protocolos de transplante clínico e oferecem conhecimento sobre as semelhanças e diferencias entre as células tronco normais e as leucêmicas; Dra. Tsviya Olender, do  Departamento de Genética Molecular e que investiga a genética do olfato humano e de doenças raras utilizando ferramentas computacionais  que permitem decifrar mutações causadoras de enfermidades e  Leore Geller, do Departamento de Biologia Celular Molecular, que estuda as bactérias encontradas em tumores humanos e seu papel no crescimento em resposta à terapia.

A cientista e ProfRegina P. Markus, coordenadora do Laboratório de Cronofarmacologia da USP e vice-presidente dos Amigos do Weizmann,  que mantem uma parceria com o Prof. Tsvee Lapidot apoiada pelo edital FAPESP/WEIZMANN,   também participará do Simpósio, que abordará os seguintes temas:  a busca de novos alvos através da genética, o conhecimento básico na ajuda dos protocolos clínicos,  a neuro-imunologia, as mulheres na ciência, perspectivas inovadoras e o caminho dos negócios.

← Guerra ao desperdício de alimentos aumenta lucro e poupa recursos, diz empresa de tecnologia Start Jerusalém 2018 busca startups para imersão em Israel →

Leave A Reply

Comments are closed