Massaranduba irá utilizar tecnologia israelense para ajudar alunos na aprendizagem

A matemática com pensamento computacional implantada no currículo da rede municipal de ensino em 2020 ganha um componente importante, por meio do Matific, tecnologia desenvolvida por uma empresa israelense que Massaranduba passa a adotar, com custo baixo, considerando o avanço tecnológico e o impacto que causará no processo de aprendizagem dos alunos.

Segundo o secretário de Educação, Cristiano Rodolfo Tironi, o Matific é uma relação de atividades online de matemática que ensina aos alunos a solução de problemas e o pensamento crítico por meio da descoberta, trabalhando com a gamificação. “Somos a primeira cidade do Estado a usar essa tecnologia e a segunda do País.

A cidade do Rio de Janeiro também utiliza esse recurso tecnológico na rede municipal”, informa.
O secretário disse que é um material complementar e jamais substituirá a presença do professor.

A plataforma Matific será utilizada para os alunos do 1º ao 6º ano, a partir de março, seja no computador, tablet ou cromebook.

Ela foi projetada por especialistas em educação para promover o ensino e a aprendizagem da compreensão conceitual para alunos nessa faixa de idade.

Mergulhando em uma plataforma de aprendizado envolvente, o Matific ajuda os alunos a alcançar o domínio da matemática de uma maneira divertida e instigante, fazendo com que desenvolvam a habilidade de aplicar seu crescente domínio da matemática em situações do mundo real.

Secretário Tironi diz que objetivo é desenvolver o raciocínio lógico

Essas tarefas avançadas, conforme o secretário Tironi, elevam o nível de pensamento crítico dos alunos e permitem que os professores avaliem com precisão a compreensão de cada aluno.

O Matific desafia os estudantes a formular, modelar e examinar  inúmeras abordagens para a resolução de problemas, resultando na aplicação de estratégias para buscar soluções e verificar respostas. “Essa inovação faz parte das parcerias estratégicas que adotamos”, aponta o secretário.

Os professores, junto com gestores e coordenadores participaram de dois dias de formação para aplicar a metodologia, dentro do novo currículo de matemática com pensamento computacional.

Para o secretário de Educação de Massaranduba, as novas tecnologias na educação são uma importante  ferramenta para dinamizar o processo de ensino-aprendizagem. “A tecnologia não substitui o papel dos professores na educação, sendo fundamental que os educadores saibam conduzir a utilização dessas novas mídias e softwares para repassar aos alunos”, completa.

← Por que Israel é tão inovador? Cotonicultores brasileiros conhecem empresa israelense na Bahia →

Leave A Reply

Comments are closed