Não se trata de ideias, mas de como fazer as ideias se tornarem realidade, destaca empreendedor israelense Dan Balter

A Câmara Brasil-Israel de Comércio e Indústria, em parceria com o Consulado Geral de Israel em São Paulo, o Israel Trade e o Banco BTG Pactual, realizou nesta quarta-feira, 08 de agosto, um almoço com o empreendedor israelense Dan Balter, na sede do BTG Pactual.

Considerado um empreendedor inovador e especialista em startups, Balter deu detalhes de sua trajetória, desde seu primeiro projeto aos 17 anos, interrompido por conta da sua ida para o exército, sua passagem pela Apple, a chegada a vice-presidência da StarTau, Centro de Empreendedorismo da Universidade de Tel Aviv, considerado um dos 25 melhores do mundo, até a criação de sua mais nova empresa, a Duco.

Na Duco, Dan atua como consultor executivo de inovação para as maiores e mais influentes organizações em Israel, como as Forças de Defesa, o Banco Federal e as Indústrias Aeroespaciais, criando parcerias inovadoras e trabalhando em torno da estratégia de inovação e processo empreendedor.

O empreendedor falou sobre como, apesar de todas as adversidades, Israel, um pequeno país com somente 70 anos de existência, sem nenhum recurso natural e cercado de inimigos, se tornou uma nação empreendedora, e explicou os fatores determinantes como o alto número de imigrantes, a vontade de assumir riscos, o papel do exército – onde os jovens desenvolvem diversas habilidades, a personalidade destemida dos israelenses e o importante tripé entre iniciativa pública, privada e academia.

“O Brasil tem um mercado gigantesco e um grande potencial para ser um dos líderes mundiais em empreendedorismo, mas para isso precisa encontrar um campo onde consiga se destacar como o melhor do mundo, como por exemplo o agronegócio, e atrair investidores estrangeiros”, disse. Ao final do encontro deixou sua mensagem: Não se trata de ideias, mas de como fazer as ideias se tornarem realidade.

“Dan tocou em um ponto fundamental. Não basta apenas ter inovação, é preciso pensar como as empresas transformam isso em valor dentro das próprias organizações. Foi uma conversa muito relevante e que tem uma aplicação prática”, destacou o presidente da Câmara Brasil- Israel, Jayme Blay.

“Essa foi uma das melhores apresentações que presenciei nos últimos tempos, frisou o diretor da Câmara, Paulo Feldman. Ele mostrou exatamente o que faz a diferença em Israel e o que falta no Brasil, destacando as necessidades para tornar o Brasil um país inovador e com empresas saudáveis”.

“Apesar de já conhecermos a história de Israel, a nação empreendedora, sempre nos surpreendemos ao escutar um empreendedor como Dan Balter”, finalizou Marcio Luftglas, do BTG Pactual.

Fernando Blay, Renato Ochman, Jayme Blay, Jacques Sarfati, Itzhak Reich e Mario Fleck

Fernando Blay, Renato Ochman, Jayme Blay, Jacques Sarfatti, Itzhak Reich e Mario Fleck

 

Itzhak Reich, Dan Balter, cônsul Dori Goren e Jayme Blay

Itzhak Reich, Dan Balter, cônsul Dori Goren e Jayme Blay

 

Marcio Luftglas, Jayme Blay, cônsul Dori Goren, Itzhak Reich e Mario Fleck

Marcio Luftglas, Jayme Blay, cônsul Dori Goren, Itzhak Reich e Mario Fleck

 

Marta Leonardis, Dan Balter e Jayme Blay

Martha Leonardis, Dan Balter e Jayme Blay

← Facebook compra empresa israelense de mensagens Redkix PROPRIEDADE INTELECTUAL SOBRE SOFTWARE: UMA VISÃO GERAL →

Leave A Reply

Comments are closed