Os protocolos do mundo real devem ser seguidos no mundo digital destaca diretor do LinkedIn em evento da Câmara Brasil-Israel

linkedin

“Manter um perfil bem atualizado, ressaltar as conquistas e não apenas o local de trabalho, dar maior foco nas atividades recentes, destacar as habilidades, fazer conexões e utilizar o LinkedIn pelo menos por quinze minutos diariamente”, essas foram algumas das preciosas dicas para quem quer se destacar profissionalmente dadas por Milton Beck, diretor geral do LinkedIn para a América Latina, durante almoço realizado pela Câmara Brasil- Israel de Comércio e Indústria, dia 31 de julho, no Restaurante Cantaloup.

Com mais de 20 anos de carreira, Milton Beck combina a formação acadêmica em engenharia, administração e marketing, a um grande interesse pelas relações humanas e maneiras de torná-las cada vez mais confiáveis e construtivas. Intensificou a atenção ao tema a partir da passagem por setores variados de empresas de tecnologia multinacionais e brasileiras, como vendas, marketing, varejo, entretenimento, produtos de consumo, parcerias de alianças corporativas e suporte técnico. Teve ainda uma breve experiência como empreendedor, ao fundar uma importadora de bens de consumo. Desenvolveu a habilidade de se adaptar – rapidamente – a cenários diversos depois de trabalhar em companhias de pequeno, médio e grande porte, de diferentes indústrias (de autopeças a tecnologia) e estilos de gestão.

Com o tema “LinkedIn: mudando o modo como o mundo trabalha”, Beck dividiu suas experiências e deu detalhes sobre o surgimento do LinkedIn no mundo, sua chegada ao Brasil, e de como a plataforma opera no resto do continente. Ele também ressaltou a operação do LinkedIn em Israel, que conta com 1,6 milhões de usuários, dos quais 160 mil são talentos técnicos, o que é considerado um fluxo gigantesco em proporção ao número de usuários, e que não se equipara a nenhum país do mundo.

Com a missão de conectar profissionais para que sejam mais produtivos e tenham mais sucesso, o O LinkedIn foi lançado por Reid Hoffman em 2003 e comprado pela Microsoft em 2016. Atualmente, a empresa é liderada por Jeff Weiner e é considerada a maior rede profissional do mundo, com, aproximadamente, 650 milhões de usuários em 200 países, sendo 38 milhões no Brasil.

Segundo ele, o LinkedIn tem duas propostas de valor – para os usuários e para os empresários. No caso dos usuários, serve para que os indivíduos alavanquem suas carreiras, cresçam e sejam melhores profissionais, seja nos próprios empregos, em novas oportunidades ou empreendendo. Para os empresários, há soluções para recrutar e criar equipes de sucesso e utilizar a plataforma para fazer marketing e vender de forma mais assertiva. Outra grande vantagem da plataforma é a de mapear a economia global de forma gráfica e em tempo real.

“Ter um perfil no LinkedIn não é o suficiente. É preciso escolher quem vai fazer parte da sua rede para que ela seja relevante. Os protocolos seguidos no mundo real, também devem ser seguidos no mundo digital. Não escreva algo que você não falaria pessoalmente para a pessoa”, finalizou o executivo.

← Empresa israelense desenvolve capacete capaz de reduzir déficit de atenção Recorde de US $ 3,9 bilhões investidos em empresas israelenses de alta tecnologia no primeiro semestre de 2019 →

Leave A Reply

Comments are closed