Pesquisa revela perfil de empreendedor de startups

Negócios 25 Fev 2016
Pesquisa revela perfil de empreendedor de startups

A empresa Plus Ventures descobriu que o empreendedor típico de uma startup  tem entre 25 a 35 anos e não tem pressa para vender a empresa.

Pesquisa realizada pela empresa Israelense de investimentos Plus Ventures tenta traçar o perfil do empresário israelense típico de 2016. A pesquisa realizada através de um questionário on-line abrangeu 550 empresários israelenses, dos quais 75% são os líderes de pré-semente e empresas de sementes enquanto que os 25% restantes são de empresas maduras.

O Presidente da Ventures informou que cerca de 1000 novos empreendimentos de inicialização são fundados em Israel a cada ano. Os empresários israelenses juntam novas tendências adquirindo o mais profundo conhecimento tecnológico e novos investidores entrando no mercado.

Israel é um produtor excepcional de empreendedores sendo que as mulheres estão claramente sub-representadas nesse grupo com apenas 14% do total. A pesquisa ainda revela que startups são para a geração mais jovem: 52% dos entrevistados têm entre 25-35 anos; 29% entre 35-45 anos e apenas 12% completaram 45 anos de idade.

A pesquisa ainda apontou que 56% dos entrevistados são casados; 39% são solteiros; 4% são divorciados e apenas 1% viúvos.

Enquanto que a indústria de alta tecnologia é baseada em grande medida no conhecimento, alguns empresários bem conhecidos nunca completaram sua formação acadêmica, incluindo Bill Gates e Mark Zuckerberg. A pesquisa mostra que a formação acadêmica não é um pré requisito para se tornar um empreendedor. 24% dos empresários relataram ter completado apenas o ensino médio.

O ambiente de baixa taxa de juros leva os investidores a procurar alternativas para o dinheiro e trouxe muitos investidores para a indústria nacional. Há uma abundância de dinheiro disponível hoje para os empresários.

A Plus Ventures é uma das empresas de investimento mais ativas em Israel na indústria de capital de risco. Especializando-se em empresas de estágio inicial nas áreas de software, móveis, novas mídias, Big Data, segurança cibernética e internet das coisas.

Fonte: Missão Econômica  

Grupo Miya adquiri participação da Mota-Engil na Indaqua Brasil abre as portas para plataforma de gerenciamento de comunicação desenvolvida em Israel

Leave A Reply

Comments are closed