Projeto inédito é usado no combate à dengue em Jacarezinho

Newsletter 04 Out 2018

O biólogo e gerente operacional da Forrest Innovations Rodrigo de Oliveira e o prefeito de Jacarezinho Sérgio Faria: tecnologia deve reduzir em 90% a população do Aedes aegypti

A empresa israelense Forrest Innovations deu início à soltura de mosquitos estéreis em Jacarezinho (PR), uma ação inédita no mundo – segundo a própria empresa – para o combate à dengue e outras doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. O projeto da multinacional, que tem unidades em Israel, nos Estados Unidos e no Brasil, tem a parceria do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) e da prefeitura da cidade situada no Norte Pioneiro do Estado.

A tecnologia desenvolvida pelo CEO da Forrest Innovations, o cientista israelense Nitzan Paldi, deve reduzir em 90% a população do Aedes aegypti – mosquito vetor de patógenos que causam dengue, febre amarela urbana, zika e chikungunya. A primeira soltura liberou cerca de 50 mil machos estéreis nas áreas selecionadas para o tratamento (bairros Aeroporto, Novo Aeroporto e Vila Leão). O início oficial do trabalho reuniu no Centro da Juventude autoridades, investidores, cientistas e alunos das escolas locais.

A multinacional mantém um laboratório móvel em Jacarezinho, cidade com um dos maiores índices de infestação pelo mosquito Aedes aegypti no Paraná. “Há meses nossa equipe está na região trabalhando com pesquisa, visitando as residências das áreas mais atingidas e buscando conscientizar a população sobre a proliferação desse mosquito. A soltura é o momento em que colocamos nossa pesquisa em prática. Nos próximos oito meses ela será repetida de forma gradativa”, explica Elaine Santos, diretora da Forrest Brasil e membro do conselho Forrest Innovations.

← Start Jerusalém 2018 busca startups para imersão em Israel SEC de Israel integra tecnologia blockchain em seu sistema de segurança →

Leave A Reply

Comments are closed