Tecnologia de acessibilidade digital presente em dez mil sites no mundo chega ao Brasil

Newsletter 16 Set 2020

Chegou recentemente ao Brasil a tecnologia de acessibilidade digital EqualWeb, de origem israelense, presente em mais de dez mil sites no mundo. No total, segundo a empresa, a solução já tornou acessíveis aproximadamente 100 milhões de páginas.

A ferramenta tem 26 recursos, como ajuste de leitor de tela, navegação por teclado e navegação numérica, bloqueio de intermitência de brilho, comando de voz, dicionário Webster para palavras em inglês, leitor de texto, customização de cor para fundo de tela, para cabeçalhos e também para conteúdo, contraste de brilho claro e escuro, função monocromática, ajuste de tamanho de fonte, de espaço de linhas e de espaçamento entre palavras, ampliação do cursor nas cores branca e preta, zoom de tela, fonte legível, descrição de imagem, links e cabeçalhos destacados, modo de leitura, lupa e teclado virtual.

“É a solução de acessibilidade para web mais rápida, prática, completa e eficiente do mercado, sem desenvolver um único código ou alterar o código-fonte. Sem afetar aparência, desempenho, latência ou segurança do site. E também sem nenhum efeito sobre funcionalidade, design, exibição de   informações ou conteúdo do site” afirma Andrea Schwarz, direitora da EqualWeb no Brasil.

“Nosso valor é super acessível, no modelo Saas, software as a service (quando o fornecedor se responsabiliza por toda a estrutura e o cliente usa o sistema pela internet)”, diz Andrea.

A implementação da solução é feita com a inclusão de uma pequena linha de código de programação, um script, no website. Quando instalada, é acionada por meio de um ícone flutuante, que abre a lista de recursos. É um formato que permite atualizações contínuas.


Descrição da imagem #pracegover: Na tela de um smartphone, a home page brasileira da empresa EqualWeb, com o menu de recursos de acessibilidade aberto. Crédito: blog Vencer Limites.


O sistema, diz a EqualWeb, é compatível com vários navegadores, incluindo Edge, Chrome, Firefox, Safari e Opera, em dispositivos móveis ou desktop. E torna acessíveis até formulários de contato e de registro no site.

“Mais de 60 milhões de brasileiros têm alguma necessidade específica para acessar a web e tornar um site acessível promove forte impacto social com a inclusão dessas pessoas”, comenta a diretora.

“A acessibilidade digital melhora o SEO (Search Engine Optimization) – posição nos resultados dos sistemas de busca na internet, como Google e Bing -, fortalece a da marca, gera ganho institucional e aumenta o valor agregado para a empresa, além de estar em conformidade com a Lei Brasileira de Inclusão e com as normas internacionais de acessibilidade digital”, explica Andrea.

A empresa oferece suporte em português, inglês, espanhol, russo, alemão, francês, italiano, holandês, tcheco, turco, chinês, árabe e hebraico.

Entre as páginas brasileiras que implementaram a EqualWeb estão o Centro Universitário Augusto Motta (UNISUAM), a empresa de consultoria internacional BIP, a agência de estratégia e marketing digital WSI Singularity, também a WSI Consultoria e a WSI Franquia, além da iigual, empresa especializada na inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho.

Fonte: Estadão

← Empreender é a vacina - Por Renato Ochman TrapX escolhe Grupo ApliDigital para iniciar operações no Brasil →

Leave A Reply

Comments are closed