Temos de pensar na INOVAÇÃO como um Plano Real 2

Inovção 09 Out 2017
Temos de pensar na INOVAÇÃO como um Plano Real 2

Istoé dinheiro

Cláudio Gradilone
Edição 06.10.2017 – nº 1039

 

Olhando população e área, não faz sentido comparar Brasil e Israel. O território do país do Oriente Médio é de 20,7 mil quilômetros quadrados. São apenas 0,24% da área brasileira, pouco menos que o Estado de Sergipe. Sua população é de 8,5 milhões de pessoas, 4,1% dos 208 milhões de brasileiros. Porém, é no desempenho econômico que os números ficam realmente incomparáveis. Em 2016, o Produto Interno Bruto (PIB) israelense foi de US$ 318,7 bilhões, quase 18% do PIB do Brasil. Em uma comparação simples, no ano passado, cada um dos israelenses produziu US$ 37,3 mil, ao passo que cada brasileiro produziu US$ 8,6 mil. Para o administrador de empresas Ric Scheinkman, diretor da Câmara Brasil-Israel de Indústria e Comércio, e principal executivo da empresa de gestão de fundos Harpia Capital, a vantagem econômica israelense é facilmente explicável. Ela decorre da maneira como o governo financia e direciona recursos para a inovação. A boa notícia, diz Scheinkman, é que essa fórmula pode ser replicada no Brasil.

Neste link é possível ver a entrevista de Ric Sheinkman à ISTOÉ Dinheiro na íntegra!

← Porto Alegre ganha um hub de inovação com um coworking e uma incubadora de empresas. A capital do Vale do Silício tem cultura de inovação sem paralelo →

Leave A Reply

Comments are closed