Universidade Hebraica de Jerusalém é classificada entre as 50 melhores do Mundo

Educação 05 Jan 2016
Universidade Hebraica de Jerusalém é classificada entre as 50 melhores do Mundo

WIKIPEDIA RANKING MUNDIAL DE UNIVERSIDADES CLASSIFICA A UNIVERSIDADE HEBRAICA DE JERUSALÉM ENTRE AS TOP 50 DO MUNDO

Novo método de classificação se junta a outros para consolidar a liderança da Universidade Hebraica, em Israel e em todo o mundo.

Um novo ranking das universidades mais influentes do mundo classificou a Universidade Hebraica de Jerusalém em 47º lugar no mundo e primeiro lugar em Israel. O Wikipedia Ranking of World Universities é baseado em uma análise computadorizada do número de vezes que as instituições de ensino superior são mencionadas na Wikipedia.

O novo ranking aplica algoritmos que o Google usa para classificar sites nos resultados da ferramenta de busca contra o número de referências às universidades nas 24 edições da Wikipedia em línguas diferentes. As Universidades foram classificadas por sua pontuação no PageRank (ordem decrescente), depois por número de aparições nas 24 edições da Wikipedia (ordem decrescente), e, em seguida, por volta do século que foram fundadas (ordem crescente).

Usando o algoritmo PageRank, a nova técnica classificou a Universidade Hebraica como a 47ª colocada no mundo. (Outro algoritmo, o CheiRank algorithm, coloca a Universidade Hebraica, em 15º lugar no mundo, enquanto o algoritmo 2DRank classifica a Universidade Hebraica em 13º lugar). Para obter acesso a lista com todas as instituições classificadas no Wikipedia Ranking of World Universities, acesse o link: http://perso.utinam.cnrs.fr/~lages/datasets/WRWU/theta_PR.php.

Criado por José Lages e Antoine Patt na Université de Franche-Comte e Dima L. Shepelyansky na Université de Toulouse, a metodologia da classificação destina-se a evitar vieses culturais, históricos ou geográficos que os pesquisadores acreditam que podem afetar os sistemas de classificações tradicionais.

“As abordagens do Ranking são baseadas em regras de seleção humana, que podem não ser completas ou favorecer certas escolhas culturais e preferências. Assim, é útil ter um método estatístico matemático independente, que classificaria as universidades independentemente de quaisquer regras humanas. O ranking Wikipedia fornece uma segura avaliação estatística matemática de universidades do mundo que pode ser vista como um novo ranking independente para abordagem complementar às já existentes. Esperamos que o nosso método também possa encontrar um uso amplo em conjunto com outros rankings”, escreveram os pesquisadores em seu estudo (Disponível em: http://arxiv.org/abs/1511.09021).

O algoritmo PageRank que o Google usa para classificar sites nos resultados de pesquisa analisa o cruzamento de ligações entre sites da Internet para determinar quais são os mais importantes e classifica um enredo como importante se outros conteúdos importantes direcionarem para ele. Os pesquisadores aplicaram esse processo para artigos do Wikipedia, com cada universidade mencionada em um artigo do Wikipedia considerado como um conteúdo/enredo na rede, e com os links apontando para determinar o quão alto eles classificam.

Os pesquisadores analisaram 24 edições da Wikipedia em idiomas diferentes, contendo cerca de 4 milhões de artigos em Inglês, 1,5 milhões em alemão, e cerca de 1 milhão em cada um dos idiomas holandês, francês, italiano, russo e espanhol, juntamente com várias outras línguas.

O Reino Unido liderou o ranking com Cambridge e Oxford, com o primeiro e segundo lugar, seguido por universidades americanas de Harvard, Columbia e Princeton. Fora dos EUA e do Reino Unido, Universidade Humboldt de Berlim, na Alemanha foi a mais alta no ranking, ocupando o 11º lugar, seguida pela Universidade de Uppsala, na Suécia, em 15º lugar.

Outras instituições israelenses estão inclusas na lista como o Technion – Instituto de Tecnologia de Israel (108º), Universidade de Tel Aviv (168º), Instituto Weizmann de Ciências (183º), Universidade Bar-Ilan (201º), Universidade Ben-Gurion no Negev (221º), Universidade de Haifa (211º), Universidade Ariel (321º), e Instituto de Tecnologia Holon (670º).

O novo método de classificação produziu resultados que têm cerca de 60% de sobreposição com o Top 100 no Academic Ranking of World Universities, e 90% de sobreposição com o Top 10. Nesse ranking – também conhecido como Shangai Ranking, amplamente considerado o ranking mais objetivo do mundo das universidades – A Universidade Hebraica de Jerusalém é classificada em 1º em Israel, 3º na Ásia, e 67º entre mais de 1.200 universidades pesquisadas.

A Universidade Hebraica de Jerusalém é a principal instituição acadêmica de pesquisa de Israel, produzindo um terço de toda a pesquisa civil em Israel. Para saber mais sobre a Universidade Hebraica, acesse: UHJI

← Executive Experience in Innovation & Entrepreneurship - UHJ Conheça os desenhos dos estudantes vencedores do concurso Wizo 2014.

Leave A Reply

Comments are closed